Venezuela: 43 pessoas são implicadas em explosão de drones

Até semana passada eram 34 envolvidos

Até semana passada eram 34 envolvidos

Divulgação via Reuters - 7.8.2018
A Procuradoria da Venezuela disse nesta quarta-feira (22) que 43 pessoas estão implicadas na explosão de dois drones ocorrida durante um desfile militar do qual participava o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, no início deste mês.
O procurador-geral, Tarek Saab, destacou em declarações à televisão estatal que 25 pessoas foram processadas nos tribunais e que há outras 18 sujeitas a mandados de prisão.
Até a semana passada os envolvidos no caso eram 34, segundo o procurador-geral.
Saab informou que há nove fugitivos na Colômbia, no Peru e nos Estados Unidos, e por isso solicitou suas extradições às autoridades destes países.
O Ministério Público já deteve um general e um coronel da Guarda Nacional por sua suposta cumplicidade na explosão das duas aeronaves de controle remoto durante um ato realizado em Caracas em homenagem aos 81 anos de criação da força.
"Já temos claro e judicializado (...) quem preparou as naves e os explosivos, quem deu assessoria técnica para o ataque, quem forneceu informações sobre o ato da Guarda Nacional", disse Saab, acrescentando que "chama a atenção" como se soube o lugar onde se realizaria o ato, que havia mudado de local "poucas horas" antes.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.